quarta-feira, 23 de agosto de 2017

 Espanha chora seus mortos

 Quando do encerramento da II Feira do Cordel Brasileiro, realizado nos dias 17 a 20 de agosto, na Caixa Cultural Fortaleza, o poeta Guaipuan Vieira ao se apresentar, leu este poema de cordel, em solidariedade ao povo espanhol, vítima de mais um atentado terrorista.
Espanha chora seus mortos
Toda Europa se enlutece,
O mundo com sentimento
Entre a emoção se entristece,
E aquela mão assassina
Vai seguindo sua rotina,
Para ver quem mais padece.

Mês de agosto, dezessete
Na região Barcelona,
Uma pessoa insensata
Numa van, o mal detona,
Sem mudar itinerário
A promover vil cenário
Com sua mente desumana.

Foi em via mais turística
La Rambla, muito famosa,
Atropelou tanta gente
Que a cena foi pavorosa,
A Europa se encontra alerta
Mas Barcelona desperta,
Muito enfrenta ação danosa.

Aquele povo espanhol
Mostra ação e esquece o medo,
Muito auxilia a polícia,
Informa tudo em segredo.
Que esse exemplo o mundo siga
E ao terrorista ele diga:
Que ficará sem enredo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário